Large Hadron Collider encontra nova maneira de medir a massa de um quark

O experimento ALICE do Large Hadron Collider mediu, pela primeira vez, diretamente um fenômeno conhecido como “deadcone”, que permitiu aos físicos medir diretamente a massa de uma partícula fundamental conhecida como “charm quark”.

Muitas partículas que formam o universo visível ao nosso redor são, na verdade, partículas compostas construídas a partir de partículas fundamentais menos massivas conhecidas como quarks. Prótons e nêutrons, por exemplo, contêm três quarks cada. Tem seis diferente sabores de quark – para cima, para baixo, para cima, para baixo, estranho e charmoso – cada um com diferentes massas, rotações e outras propriedades quânticas. Diferentes combinações de quarks também formam diferentes partículas. Os quarks são mantidos juntos nessas partículas compostas pela força forte, que é transmitido através de uma partícula sem massa chamada glúon. Coletivamente, quarks e glúons são conhecidos como ‘partons’.

Leave a Reply

Your email address will not be published.